PUBLICIDADE

Rio Tinto prevê embarques de minério de ferro mais fracos em 2022

17 jan 2022 21h11
ver comentários
Publicidade

A Rio Tinto previu nesta segunda-feira embarques de minério de ferro ligeiramente mais fracos do que o esperado em 2022, citando condições do mercado de trabalho apertadas e atrasos na produção das novas minas greenfields em projeto Gudai-Darri.

A maior produtora de minério de ferro do mundo disse que espera embarcar entre 320-335 milhões de toneladas (Mt) em 2022 da região de Pilbara, na Austrália Ocidental, uma previsão com um ponto médio abaixo da estimativa do UBS entre 330 Mt e 340 Mt. No ano passado, a empresa embarcou 321,6 Mt da commodity siderúrgica.

O atraso na produção da nova mina greenfields, bem como a escassez de mão de obra na Austrália Ocidental devido ao prolongado fechamento de fronteiras interestaduais diante da pandemia, também resultaram em menos embarques de minério de ferro da região de Pilbara.

Ao dizer que foi "encorajada" pelas perspectivas de crescimento em 2022, a Rio Tinto alertou que a interrupção devido ao potencial de casos crescentes de Covid-19 e quaisquer tensões geopolíticas podem ter um preço.

A maior produtora de minério de ferro do mundo embarcou 84,1 Mt da commodity nos três meses encerrados em 31 de dezembro, praticamente em linha com a previsão do UBS de 84 Mt, mas abaixo dos 88,9 Mt do ano anterior.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade