PUBLICIDADE

Reino Unido será exposto a risco de pagar custos da pandemia por décadas, diz relatório

26 jul 2021 09h40
ver comentários
Publicidade

O governo britânico será exposto por décadas a riscos financeiros de seus gastos de 372 bilhões de libras com a pandemia, de acordo com relatórios de parlamentares no domingo, que também disseram que mais de 2 bilhões de libras foram gastas em equipamentos de proteção inutilizáveis.

Metrô em Londres durante a pandemia de Covid-19
05/01/2021.
 REUTERS/Hannah McKay
Metrô em Londres durante a pandemia de Covid-19 05/01/2021. REUTERS/Hannah McKay
Foto: Reuters

Em dois relatórios sobre a resposta do governo do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, à pandemia de Covid-19, o Comitê de Contas Públicas (PAC) do Parlamento disse que as lições devem ser aprendidas antes de um inquérito público prometido agendado para 2022.

"Com os grandes valores que foram gastos com medidas da Covid até agora, o governo precisa ter claro, agora, como isso será administrado daqui para frente e em quanto tempo", disse Meg Hillier, chair do PAC.

O PAC destacou uma perda estimada de 26 bilhões de libras por meio de fraude e inadimplência em empréstimos concedidos a empresas para ajudar a combater a pandemia como um exemplo dos riscos financeiros em curso.

Em um segundo relatório, o comitê disse que também havia níveis "inaceitavelmente altos" de desperdício, com 2,1 bilhões de itens de equipamento de proteção individual (EPI) inadequados comprados, o equivalente a mais de 2 bilhões de libras em dinheiro público.

O governo disse que apenas 0,84% de todos os EPIs são inutilizáveis e que tem planos de reaproveitar aqueles que não podem ser usados nos serviços de saúde.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade