1 evento ao vivo

Produção de café na área de atuação da Cooxupé deve cair 15% em 2019/20

2 abr 2019
10h51
atualizado às 11h30
  • separator
  • 0
  • comentários

A produção de café na área de atuação da Cooxupé deverá cair 15 por cento na safra 2019/20 ante o ciclo passado, para 7,1 milhões de sacas, informou nesta terça-feira a assessoria de imprensa da maior cooperativa do setor cafeeiro no Brasil.

Mulheres trabalham na colheita de café em Sidama, Etiópia
30/11/2018
REUTERS/Maheder Haileselassie
Mulheres trabalham na colheita de café em Sidama, Etiópia 30/11/2018 REUTERS/Maheder Haileselassie
Foto: Reuters

A previsão, que considera volumes de cooperados e de terceiros, reflete tanto o ciclo de baixa produção da variedade arábica quanto problemas climáticos em meses anteriores, segundo a cooperativa.

O Valor Econômico publicou mais cedo a estimativa, conforme entrevista do novo presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo, ao jornal.

Em fevereiro, o então presidente da cooperativa, Carlos Paulino da Costa, já havia dito que o forte calor entre dezembro e janeiro poderia "comprometer" a safra deste ano, acarretando inclusive em adiantamento da colheita, que deve começar em mais algumas semanas.

A Cooxupé trabalha apenas com café arábica e atua no Sul de Minas Gerais, no Cerrado Mineiro e em São Paulo.

No ano passado, a cooperativa, cuja sede é em Guaxupé (MG), teve faturamento de 3,8 bilhões de reais, com sobras de quase 144 milhões de reais, 42 por cento acima do ano anterior.

Maior produtor e exportador mundial de café, o Brasil deve colher até 18 por cento menos neste ano em razão da bienalidade negativa do arábica, conforme dados da Conab.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade