1 evento ao vivo

Presidente do México espera acordo com EUA sobre imigração

4 jun 2019
11h21
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, disse nesta terça-feira esperar que o México e os Estados Unidos cheguem a um acordo sobre imigração antes que o governo dos EUA execute sua ameaça de aplicar tarifas punitivas.

Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, durante entrevista coletiva na Cidade do México
04/06/2019
REUTERS/Gustavo Graf
Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, durante entrevista coletiva na Cidade do México 04/06/2019 REUTERS/Gustavo Graf
Foto: Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que vai impor uma tarifa sobre todos os produtos mexicanos vendidos aos Estados Unidos a partir de 10 de junho se o governo mexicano não interromper um aumento no número de imigrantes, especialmente da América Central, que cruzam para os EUA saindo do México.

Trump disse nesta terça-feira que acha que é mais provável que as tarifas sejam aplicadas e que as negociações continuem durante esse período.

Mais cedo, López Obrador disse que está otimista. "Há sinais de que importa às autoridades dos EUA que haja um acordo", disse ele durante sua coletiva de imprensa rotineira.

O México está preparando uma proposta de imigração para apresentar a autoridades dos EUA em uma reunião agendada para quarta-feira, em Washington.

"Eu acho que a reunião amanhã será importante e que haverá um acordo antes de 10 de junho, antes desta tarifa entrar em vigor", disse López Obrador.

Grandes fluxos de imigrantes, muitos deles solicitantes de asilo, têm motivado a ira de Trump e ajudaram a alimentar sua candidatura à Casa Branca em meio a uma promessa de campanha de que faria o México pagar por um muro ao longo da fronteira sul dos EUA. Esforços para fazer com que o México ou parlamentares dos EUA no Congresso financiem o muro fracassaram.

O ministro das Relações Exteriores mexicano, Marcelo Ebrard, que está em Washington para as conversas, disse que espera que a reunião de quarta-feira seja um ponto de partida para negociações. Parlamentares mexicanos e autoridades do setor privado também estarão visitando Washington nesta semana como forma de fazer pressão, acrescentou.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade