0

Preços globais dos alimentos caem em novembro, diz FAO

7 dez 2017
10h25
atualizado às 10h40
  • separator
  • comentários

Os preços globais dos alimentos caíram levemente em novembro ante outubro, com a alta nas cotações do açúcar e dos vegetais sendo compensada por quedas em lácteos, disse nesta segunda-feira a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Mulher faz compras em supermercado em Ontário, no Canadá  28/07/2017  REUTERS/Chris Helgren
Mulher faz compras em supermercado em Ontário, no Canadá 28/07/2017 REUTERS/Chris Helgren
Foto: Reuters

O índice de preços do órgão, que mede as variações mensais de uma cesta de cereais, oleaginosas, produtos lácteos, carne e açúcar, alcançou uma média de 175,8 pontos em novembro, queda de 0,5 por cento ante outubro.

Na comparação anual, os preços ficaram 2,3 por cento maiores.

As commodities agrícolas saíram de um período de forte volatilidade, e a FAO disse esperar que permaneçam estáveis na próxima década.

A FAO elevou a previsão de produção global de cereais em 2017 para 2,627 bilhões de toneladas, 16,8 milhões de toneladas acima do nível do ano passado, empurrando os suprimentos mundiais para o maior nível da história.

A agência também aumentou sua previsão para a produção mundial de trigo para 754,8 milhões de toneladas, 1 por cento inferior à de 2016.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade