0

Preços do aço sobem na China com esperança de demanda em 2019

13 dez 2018
10h19
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os preços do aço na Bolsa de Xangai dispararam pelo segundo dia consecutivo nesta quinta-feira, impulsionados pelas expectativas de que a China possa lançar mais projetos de infraestrutura no ano que vem, o que pode impulsionar a demanda do maior consumidor de aço do mundo.

Trabalhador ao lado de cabos de aço na China
09/11/2018
REUTERS/Stringer
Trabalhador ao lado de cabos de aço na China 09/11/2018 REUTERS/Stringer
Foto: Reuters

O governo chinês ajustou suas prioridades para se concentrar mais na infraestrutura, nas exportações e no combate à poluição da água, ao mesmo tempo em que reduz os esforços para cortar a capacidade nas indústrias de carvão e aço, informou a mídia estatal na quarta-feira.

Em sua orientação aos governos e autoridades locais, o Conselho de Estado, ou gabinete, disse que a nova infraestrutura deve se concentrar na construção de estradas e hidrovias.

O contrato do vergalhão mais ativo na Bolsa de Futuros de Xangai fechou em alta de 2,1 por cento, a 3.419 iuanes por tonelada.

O preço do vergalhão de aço para construção ainda está 15 por cento abaixo do pico de sete anos alcançado no final de agosto.

O minério de ferro mais negociado na Bolsa de Dalian, para maio, ganhou 0,4 por cento, a 478,50 iuanes por tonelada.

O minério de ferro à vista na China ficou estável em 67 dólares a tonelada, de acordo com a consultoria SteelHome.

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade