1 evento ao vivo

Preço recebido pelo produtor rural sobe 14,81% em setembro, diz Farsul

21 out 2020
15h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

São Paulo, 21 - O Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores rurais (IIPR) em setembro registrou inflação de 14,81% em comparação com o mês anterior. A valorização dos preços é resultado da combinação da alta taxa de câmbio, menor oferta e demanda interna de alimentos, informa boletim mensal da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul).

O IIPR acumulado em 12 meses apresenta valorização mais acelerada em relação ao IPCA Alimentos. Isso porque a taxa de câmbio em níveis historicamente elevados contribui para o aumento dos preços agrícolas, enquanto a baixa atividade econômica, reflexo das medidas de proteção contra a pandemia, prejudica muitos produtos que compõem a cesta do IPCA Alimentos, explica a Farsul no boletim.

Ao mesmo tempo, o Índice de Inflação dos Custos de Produção da agropecuária (IICP) acumulado em 12 meses, até setembro, registrou inflação superior ao IPCA, atingindo 7,36%, como reflexo da taxa de câmbio.

O IICP do mês de setembro apresentou inflação de 1,48% em relação ao mês imediatamente anterior. Apesar da redução da taxa de câmbio no mês passado, o custo subiu especialmente em virtude do aumento dos tributos de comercialização.

"Os produtores devem ficar atentos aos custos porque a tendência é de valorização do preço do petróleo no avançar para o fim do ano e de permanência da taxa de câmbio em nível elevado, o que pode manter os custos nesta trajetória de aceleração", ressalta a entidade no boletim.

Veja também:

Polícia Militar apreende arma de fogo e munições em Toledo
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade