0

Petróleo opera sem direção única após quedas de 4% na última sessão

24 out 2018
09h17
  • separator
  • comentários

Os preços de petróleo não apresentavam direção única na manhã desta quarta-feira, em uma sessão de volatilidade, que, há pouco, mostrava uma extensão sincronizada das fortes perdas de ontem, quando os contratos futuros em Londres e Nova York despencaram mais de 4%.

Às 9h01 (de Brasília), o barril do petróleo WTI para dezembro subia 0,54% na Nymex, a US$ 66,80 por barril, enquanto o Brent para o mesmo mês tinha baixa de 0,03% na ICE, a US$ 76,42 por barril.

A intensidade dessas perdas anteriores sugere que o movimento hoje é de correção, mas seguem no radar de investidores de commodities os sinais de que a Arábia Saudita pode aumentar sua oferta. Os preços também continuam pressionados após números mistos da última pesquisa do American Petroleum Institute (API) sobre estoques dos EUA.

No fim da tarde de ontem, a sondagem do API mostrou um avanço bem maior do que o esperado no volume de petróleo bruto estocado nos EUA na semana passada, de 9,9 milhões de barris. Analistas consultados pela Trading Economics previam aumento de 2,3 milhões de barris. Por outro lado, o API também apontou reduções nos estoques de gasolina (2,8 milhões de barris) e de destilados (2,4 milhões de barris).

Na manhã de hoje, sai o levantamento oficial sobre estoques americanos, elaborado pelo Departamento de Energia (DoE).

Para o analista-chefe de commodities do SEB Markets, Bjarne Schieldrop, "o movimento de preços bearish foi claramente impactado por mercados de ações bearish, taxas de juros (de Treasuries) de 10 anos cadentes, preços de ouro ascendentes e um claro sentimento de aversão a risco". (Com informações da Dow Jones Newswires)

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade