1 evento ao vivo

Petróleo opera em alta, após perdas de ontem e antes de dado dos EUA

6 set 2018
07h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Após operar em território negativo nesta madrugada, o petróleo tenta firmar alta nesta manhã, recuperando-se das perdas de mais de 1% do dia anterior. Além disso, investidores aguardam o relatório de estoques nos Estados Unidos do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) e monitoram notícias do comércio global.

Às 7h09 (de Brasília), o petróleo WTI para outubro subia 0,23%, a US$ 68,88 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para novembro avançava 0,57%, a US$ 77,71 o barril, na ICE.

Ontem, o contrato do WTI caiu 1,64% e o Brent, 1,15%, diante da menor preocupação com a tempestade Gordon na Costa do Golfo dos Estados Unidos, que chegou a apoiar os preços da commodity mais cedo nesta semana. Além disso, investidores continuam a monitorar os riscos para a oferta, sobretudo a pressão americana com sanções ao Irã, que pode prejudicar as vendas do país persa.

Estrategista do Saxo Bank, Ole Hansen afirmou que os preços são contidos pela expectativa de que o governo dos Estados Unidos possa impor uma nova tarifa sobre produtos da China, talvez já nesta quinta-feira. Analistas do Commerzbank também apontam que o sentimento negativo dos investidores sobre a disputa comercial entre as potências contém os preços.

No fim do dia de ontem, o American Petroleum Institute (API) informou que houve recuo de 1,17 milhão nos estoques de petróleo dos EUA na última semana, enquanto analistas ouvidos pela Trading Economics previam queda de 1,6 milhão de barris. Às 11h30, serão divulgados os números oficiais de estoques no país do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês). Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade