0

Petróleo opera em alta após AIE elevar previsão de demanda global em 2019

10 ago 2018
08h17
  • separator
  • comentários

Os preços do petróleo operam em alta, uma vez que a previsão para o aumento da demanda global por petróleo compensou as preocupações persistentes sobre as tensões comerciais.

Às 8h02 (de Brasília), o petróleo WTI para setembro avançava 0,31%, a US$ 67,02 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para outubro subia 0,43%, a US$ 72,39 o barril, na ICE.

A Agência Internacional de Energia (AIE) elevou sua previsão em 110 mil barris por dia para 1,5 milhão de barris em 2019. Em relatório mensal divulgado mais cedo, a AIE também disse que a oferta global aumentou em 300 mil barris por dia no mês passado, principalmente devido à maior produção da Rússia e maior produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo.

Embora o relatório tenha vindo equilibrado, o tom "é mais positivo do que negativo por causa da revisão da demanda", disse Tamas Varga, analista da corretora PVM.

Os investidores também vêm monitorando as tarifas comerciais entre os EUA e a China, temendo que a disputa comercial possa eventualmente impactar o crescimento global. Até agora, o petróleo dos EUA foi excluído da lista da China, que conta apenas com produtos derivados.

"O mais provável é que o presidente Trump ponha mais tarifas e a China responda colocando tarifas sobre o petróleo dos EUA", disse Tom Pugh, economista de commodities da consultoria Capital Economics.

Pugh observou que, enquanto algumas empresas chinesas já começaram a migrar para outros fornecedores, a Índia intensificou as compras de petróleo dos EUA, fazendo parecer improvável que houvesse qualquer impacto sobre a demanda global por petróleo bruto por enquanto.

A AIE observou que existem riscos para a previsão de demanda em meio a crescente disputa comercial, juntamente com qualquer aumento nos preços causado por restrições de oferta. Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade