1 evento ao vivo

Petróleo cai diante de isenções de sanções dos EUA recebidas por 8 países

6 nov 2018
10h29
  • separator
  • comentários

As cotações do petróleo operam em queda nesta terça-feira, após o governo de Donald Trump nos Estados Unidos confirmar que concedeu isenções a oito países que compram petróleo do Irã no âmbito da reinstauração das sanções econômicas sobre a indústria do país persa.

Às 10h05 (de Brasília), na Intercontinental Exchange (ICE), em Londres, o barril do Brent para dezembro caía 0,93%, a US$ 72,49, enquanto, na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do WTI para igual mês baixava 0,67%, a US$ 62,68.

A decisão de Washington, já conhecida há meses, de colocar de volta em vigor as punições a Teerã geram a expectativa entre investidores de commodities que a capacidade de o membro da Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) vender petróleo no mercado global.

Mas a Casa Branca concedeu permissões temporárias a China, Índia, Itália, Grécia, Japão, Coreia do Sul, Taiwan e Turquia, para que continuem comprando petróleo iraniano por 180 dias. "Essas são notícias ruins para os preços de petróleo, pois significa que a situação de oferta no mercado de petróleo está prestes a se afrouxar ainda mais", escreveram os analistas do Commerzbank.

A ponta de suprimento do mercado está sofrendo algumas mudanças em meio à produção crescente de muitos países da Opep, além de Rússia e EUA. "O mercado está bem suprido, e vemos um mercado equilibrando, em vez de apertado à frente", dizem os analistas do Morgan Stanley.

A projeção de analistas para o preço do Brent foi reduzida para o quatro trimestre do ano, para US$ 77,50 o barril - antes, era de US$ 85 por barril. (Dow Jones Newswires)

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade