0

Petrobras deve fechar fábrica e mil podem ser demitidos

Estatal deve anunciar desativação nesta terça, 13, estacando a falta de interesse de investidores em comprar a estrutura

14 jan 2020
04h10
atualizado às 08h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A possível desativação por parte da Petrobras da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen) em Araucária, no Paraná, deixou em xeque o trabalho de cerca de mil funcionários da instalação.

REUTERS/Paulo Whitaker
REUTERS/Paulo Whitaker
Foto: Reuters

Segundo o diretor do Sindiquímica Paraná, Caio Rocha, a diretoria da empresa não se posicionou oficialmente sobre o futuro do negócio, mas há sinalizações de que a subsidiária não deve durar muito tempo.

A Petrobras deve anunciar, nesta terça (13), a desativação da unidade, informaram fontes a par do assunto, destacando a falta de interesse de investidores em comprar a estrutura.

No fim de 2019, a estatal fechou contratos de arrendamentos das unidades da Fafen em Sergipe e na Bahia. Nesses Estados, os funcionários foram realocados pela Petrobras. O cenário para os empregados do Paraná é diferente, segundo Rocha, e não deve ocorrer o reaproveitamento dos trabalhadores em outras unidades. Procurada, a Petrobras não se manifestou.

Veja também:

 

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade