1 evento ao vivo

Ouro recupera perdas e fecha em alta, mas tem sexta queda mensal consecutiva

28 set 2018
16h32
  • separator
  • comentários

Os preços do ouro fecharam em alta nesta sexta-feira, 28, mas terminou o mês de setembro em queda em meio ao fortalecimento do dólar ante moedas fortes, o que torna a commodity mais cara a outros detentores.

No pregão desta sexta, o metal recuperou as perdas acentuadas de ontem, quando foi pressionado pelo dólar forte depois que o Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA) elevou os juros pela terceira vez e manteve seu discurso de seguir com elevações graduais.

"O ouro tem sido negociado em um intervalo bastante bom depois de cair para baixas de um mês na mais forte narrativa do dólar dos EUA", disse Stephen Innes, chefe de negociação da Oanda.

O ouro é sensível às altas da taxa do Fed porque elas podem aumentar os rendimentos dos títulos dos EUA, o que pode reduzir a atratividade pelo ouro, e tendem a impulsionar o dólar, o que torna o ouro mais caro para os compradores que usam outras moedas.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato de ouro para entrega em dezembro fechou em alta de 0,74%, para US$ 1.196,20 por onça-troy, novamente abaixo do nível simbólico de US$ 1.200. No mês, o metal recuou 0,88%, marcando a sexta queda seguida. Fonte: Dow Jones Newswires

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade