0

Ouro fecha em alta enquanto especuladores vislumbram recessão nos EUA

15 fev 2019
17h16
  • separator
  • comentários

O contrato futuro de ouro fechou em alta nesta sexta-feira, 15, diante do impasse em torno das negociações comerciais entre autoridades americanas e chinesas em Pequim e com indicadores econômicos abaixo do esperado nos Estados Unidos.

O metal precioso para abril encerrou o dia em alta de 0,62%, cotado a US$ 1.322,10 por onça-troy na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex). Na semana, o metal precioso avançou 0,27%.

Em Pequim, o vice-primeiro-ministro da China, Liu He, se reuniu com o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, e com o representante comercial americano, Robert Lighthizer, para uma nova rodada de negociações comerciais.

Apesar de terem informado que haverá novas reuniões em Washington na próxima semana, as autoridades não fizeram grande progresso para quebrar o impasse em alguns temas importantes, como a questão envolvendo a propriedade intelectual de empresas americanas.

Além disso, nos EUA, indicadores voltaram a apontar para um sentimento de cautela em relação à economia. A produção industrial do país, por exemplo, caiu 0,6% entre dezembro e janeiro, contrariando expectativas de aumento de 0,1%. Para o editor do Value View Gold Report, Ned Schmidt, "o pensamento dominante entre especuladores é que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) está prestes a aliviar a política monetária", o que, em geral, para ele, quer dizer que há uma crença no mercado de que a economia americana esteja prestes a entrar em recessão este ano. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade