0

Ouro fecha em alta com queda do preço das ações e dólar mais fraco

14 jan 2019
17h14
  • separator
  • 0
  • comentários

O contrato futuro de ouro encerrou a sessão desta segunda-feira, 14, em alta, com a fraqueza vista nos mercados acionários globais e no dólar, o que ajudou a impulsionar os preços do metal amarelo.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para entrega em fevereiro fechou em alta de 0,14%, cotado a US$ 1.291,30 por onça-troy.

"Claramente, as preocupações com a economia global foram fomentadas nesta segunda-feira pelo primeiro declínio mensal nas exportações chinesas em mais de dois anos", escreveram analistas da Zaner Precious Metals em relatório diário enviado a clientes. "Somando-se à incerteza econômica, estão os dados europeus menores que o esperado e os crescentes temores de uma saída naufragada do Reino Unido da União Europeia", disseram.

Uma queda nas ações em todo o mundo foi, em parte, um dos motivos para o ouro subir neste início da semana, depois que dados chineses mostraram um declínio inesperado nas importações e nas exportações em dezembro. Os indicadores pesaram sobre as ações e preços de commodities e alimentaram temores de uma nova desaceleração na economia global, o que poderia prejudicar o crescimento econômico, diante de uma longa disputa comercial entre Washington e Pequim.

Esse cenário estimulou as expectativas de preços mais altos do ouro, tendo em vista que os compradores acreditam que haverá uma aceleração nos preços do metal diante da maior volatilidade em 2019 em ativos considerados mais arriscados, como as ações. "O comércio de ouro continua se tornando mais elegante à medida que o apetite dos investidores cresce. De fato, a escalada nas preocupações geopolíticas está por trás do que está se desenvolvendo agora para ser um novo bull market para o metal precioso. Continuamos buscando preços mais altos e acreditamos que um rompimento da resistência de US$ 1,3 mil está chegando", escreveu o economista-chefe de mercados da Spartan Capital Securities, Peter Cardillo, em nota a clientes.

Além disso, a gigante mineradora de ouro Newmont Mining anunciou um acordo de US$ 10 bilhões para comprar a Goldcorp, criando uma das maiores empresas de ouro do mundo. A transação, de acordo com a Zaner Precious Metals, "adiciona um elemento de interesse de investimento ao argumento de longo prazo do ouro hoje". Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade