PUBLICIDADE

Ouro fecha em alta, com apoio de dólar e juros dos Treasuries enfraquecidos

6 mai 2021 15h27
ver comentários
Publicidade

O ouro fechou em alta nesta quinta-feira, 6, com a queda do dólar ante a maioria das suas divisas rivais dando suporte ao movimento. Negociado em dólar, o metal precioso fica mais barato e, consequentemente, mais atraente a investidores que negociam em outras divisas quando a moeda norte-americana recua.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para o mês que vem encerrou a sessão com ganhos de 1,76%, cotado a US$ 1815,70 a onça-troy

Além do suporte do câmbio, a falta de fôlego dos juros longos dos Treasuries também contribuiu para a alta da commodity metálica, uma vez que o ouro concorre com os títulos da dívida pública americana como ativo de segurança dos mercados.

Há ainda expectativas pelos dados de emprego em abril nos Estados Unidos, a serem divulgados na sexta-feira, segundo comenta o Commerzbank.

Uma alta robusta na criação de vagas de emprego ressaltaria a recuperação acelerada da economia americana, o que pode reforçar a percepção de investidores de que há pressão inflacionária no país, em meio à política monetária acomodatícia do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

O contrato futuro do ouro, neste cenário, deve subir ainda mais, já que o metal é considerado um ativo seguro para fazer hedge em contextos de altas nos preços.

Estadão
Publicidade
Publicidade