PUBLICIDADE

Operações do McDonald's na Coreia do Sul e Taiwan têm dados violados

11 jun 2021 10h26
| atualizado às 14h12
ver comentários
Publicidade

O McDonald's Corp, a maior rede de hambúrgueres do mundo, disse nesta sexta-feira que uma violação de dados na Coreia do Sul e em Taiwan expôs algumas informações de clientes e funcionários, se tornando a mais recente empresa global a ser alvo de cibercriminosos.

Logotipo de loja do McDonald's em Los Angeles. 24/10/2017. REUTERS/Lucy Nicholson
Logotipo de loja do McDonald's em Los Angeles. 24/10/2017. REUTERS/Lucy Nicholson
Foto: Reuters

Os detalhes da violação nas duas regiões são resultado de uma investigação por consultores externos após uma atividade não autorizada na rede da empresa.

"Embora tenhamos conseguido fechar o acesso rapidamente após a identificação, nossa investigação determinou que um pequeno número de arquivos foi acessado, alguns dos quais continham dados pessoais", disse o McDonald's em comunicado.

A empresa disse que tomará medidas para notificar os reguladores e os clientes listados nos arquivos, que não continham informações de pagamento dos clientes.

Violações recentes por cibercriminosos em hospitais e empresas mundiais, incluindo a processadora de carnes JBS e a Colonial Pipeline Oil interromperam as operações por horas, levando a preocupações de escassez de suprimentos.

Algumas empresas tiveram que pagar um resgate para obter o controle de suas operações e reiniciar sua produção.

O McDonald's disse que usaria as descobertas da investigação para identificar maneiras de melhorar suas medidas de segurança.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade