1 evento ao vivo

Mulheres ganham 70% do salário dos homens em média, diz IBGE

21 set 2012
06h59
  • separator

As mulheres seguem ganhando, em média, menos do que os homens, segundo informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2011, divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2011, cada mulher tinha salário médio de R$ 997, o equivalente a 70,4% dos R$ 1.417 recebidos, em média, pelos representantes do sexo oposto.

O levantamento indica que a desigualdade entre homens e mulheres foi reduzida, no que se refere aos rendimentos gerais. Em 2009, o salário médio das mulheres significava 67,1%.

A desigualdade na renda do trabalhador brasileiro diminuiu de 2009 e 2011, segundo informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2011, divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os 10% da população ocupada com os salários mais elevados concentraram 41,5% do total de rendimentos do trabalho. Já os 10% com menoressalários ficaram com apenas 1,4% do total das remunerações pagas no País.

Em 2009, os que ganhavam mais concentravam 42,5% de todos os rendimentos, e os que recebiam menos eram responsáveis por 1,2% das remunerações.

Outro dado que mostra a redução das diferenças na renda do brasileiro é quando se compara o valor dos salários nas duas pontas. Os 10% com rendimentos mais baixos recebiam, em média, R$ 186. Já os 1% que têm as maiores rendas ganharam R$ 16.121 médios. Em 2009, os de maior rendimento ganhavam 107 vezes mais do que os salários menores. Com os rendimentos de 2011, passaram a receber 87 vezes mais.

A renda média do trabalhador brasileiro aumentou 8,3% de 2009 a 2011, e chegou a R$ 1.345 no ano passado, segundo informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2011, divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A maior renda média, de R$ 1.624, foi observada na região Centro-Oeste. Em relação a 2009, houve alta de 10,6%. No Sudeste, o trabalhador recebeu R$ 1.522 médios, elevação de 7,9% frente a 2009. Já no Sul, o salário médio de cada empregado foi de R$ 1.461, o que significou incremento de 4% na comparação com 2009.

No Norte e Nordeste, a renda ficou abaixo da média nacional. Cada trabalhador nordestino recebeu, em média, R$ 910 - alta de 10,7% em relação a 2009. No Norte, o salário médio não passou de R$ 1.100, variação positiva de 7,7% sobre 2009.

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
Fonte: Terra
publicidade