PUBLICIDADE

Movile lidera aporte de R$ 92,8 mi na a55 e expande atuação no setor de fintechs

14 jan 2022 14h15
ver comentários
Publicidade

A Movile, investidora de longo prazo e aceleradora de empresas de tecnologia da América Latina, liderou um aporte de R$ 92,8 milhões na a55 por meio de uma rodada Série B. O investimento contou também com a participação da Mouro Capital e marca a expansão do portfólio na Movile no setor de fintech que já inclui Zoop e MovilePay. Na sua carteira, aparecem ainda nomes como iFood e Sympla.

A a55 opera atualmente no Brasil e no México e faz frente às vendas previsíveis de negócios baseados em dados e oferece aos investidores uma nova "receita recorrente" de renda fixa como classe de ativos garantida por vendas futuras. Desde a sua fundação, em 2018, conta com mais de R$ 300 milhões em empréstimos para mais de 500 empresas.

"Nossa missão é construir uma plataforma de crescimento de negócios com duas frentes: em que os empresários possam rentabilizar seus dados operacionais com capital inicial para financiar vendas previsíveis e os investidores possam financiar a 'Nova Economia' por meio de uma classe de ativos nova, líquida, segura, transparente e de renda fixa que criamos chamada receita recorrente", afirma Hugo Mathecowitsch, co-fundador e CEO da a55.

Os recursos do aporte serão utilizados para acelerar a atuação no Brasil e no México. A empresa também planeja usar o novo capital para ampliar a carteira de clientes, assim como melhorar sua plataforma de financiamento aberto existente, desenvolver novas tecnologias baseadas em ciência dos dados e blockchain e continuar sua expansão internacional.

Para o diretor de Estratégia e Investimentos da Movile, Fabio Massuda, empresas inovadoras como a a55 estão transformando o acesso a serviços financeiros para empresas da nova economia na região, ajudando-as a ter acesso a crédito hoje com base em sua receita futura prevista. "A utilização de dados para fornecer acesso ao crédito para que as empresas escalem mais rapidamente é o tipo de inovação financeira que continuará a alimentar o ecossistema de startups na América Latina", complementa.

Além da Movile e da Mouro Capital, a a55 conta com outros investidores e credores, como a Accial Capital, BTG Pactual e Empírica Investimentos.

Estadão
Publicidade
Publicidade