PUBLICIDADE

Minério de ferro amplia queda com piora da perspectiva de demanda da China

4 jul 2022 - 08h21
Ver comentários
Publicidade

Os contratos futuros de minério de ferro nas bolsas de Dalian e Cingapura caíram nesta segunda-feira, prejudicados por uma perspectiva sombria para a demanda pelo ingrediente siderúrgico na China, onde muitas siderúrgicas estão sofrendo perdas e reduzindo a produção.

O contrato de minério de ferro mais negociado para setembro na bolsa de commodities de Dalian da China encerrou as negociações em queda de 5,8%, a 719,50 iuanes (107,49 dólares) a tonelada, estendendo as perdas para uma terceira sessão e atingindo seu menor nível desde 23 de junho.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato para agosto caiu 4,8%, a 109,15 dólares a tonelada.

As usinas da China, maior produtor mundial de aço, paralisaram dezenas de altos-fornos à medida que os estoques se acumulavam após o enfraquecimento da demanda doméstica, atingida pelos lockdowns contra Covid-19 e pelo mau tempo.

A perspectiva crescente de uma recessão global também pesou no sentimento do mercado, juntamente com a medida da China para reduzir a produção de aço sob seu plano de descarbonização.

"Esperamos que os futuros de minério de ferro sejam negociados em baixa esta semana, devido a esses fatores fortemente negativos de preços", disse Atilla Widnell, diretor administrativo da Navigate Commodities em Cingapura.

Cidades do leste da China apertaram as restrições à Covid-19 no domingo, conforme surgem aglomerados de casos de coronavírus, representando uma nova ameaça à recuperação econômica da China sob a rígida política de zero Covid do governo.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade