4 eventos ao vivo

Mercados acionários na China têm sessão de recuperação, mas Xangai recua 7,6% na semana

12 out 2018
09h54
  • separator
  • comentários

Os principais índices acionários da China fecharam em alta nesta sexta-feira, após perdas expressivas na véspera, com investidores buscando algumas barganhas e analisando dados de exportações chinesas que mostraram crescimento acima do esperado.

O índice de Xangai subiu 0,9 por cento, a 2.606,91 pontos, após tocar mínima em quase quatro anos na quinta-feira em meio a uma forte aversão a risco global. Na semana, porém, acumulou queda de 7,6 por cento, pior desempenho semanal desde fevereiro.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou em alta de 1,49 por cento, com o subíndice do setor financeiro avançando 1,67 por cento, o de consumo de primeira necessidade subindo 3,43 por cento, o do setor imobiliário valorizando-se 2,56 por cento e o de saúde encerrando com acréscimo de 1,41 por cento. Na semana, porém, o CSI300 caiu 7,8 por cento, também maior declínio semanal desde fevereiro.

As exportações da China subiram inesperadamente em setembro, produzindo um superávit comercial recorde com os Estados Unidos, o que pode exacerbar a já acalorada disputa entre Pequim e Washington.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei subiu 0,46 por cento, a 22.694 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG avançou 2,12 por cento, a 25.801 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,91 por cento, a 2.606 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, subiu 1,49 por cento, a 3.170 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 1,51 por cento, a 2.161 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 2,44 por cento, a 10.045 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,71 por cento, a 3.069 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 encerou com variação positiva de 0,2 por cento, a 5.895 pontos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade