0

Marfrig e Minerva são habilitadas a exportar carne do Uruguai para Arábia Saudita

14 jan 2020
08h01
  • separator
  • 0
  • comentários

São Paulo, 13 - As companhias Marfrig Global Foods e Minerva Foods receberam, nesta segunda-feira (13), habilitação da Arábia Saudita para exportar carne bovina produzida no Uruguai. Segundo documento ao qual o Broadcast Agro teve acesso com exclusividade, a Marfrig foi contemplada com quatro plantas e a Minerva com duas. O anúncio de que a autoridade sanitária da Arábia Saudita (SFDA, na sigla em inglês) abriu mercado para os uruguaios foi divulgado em nota pelo Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca do país sul-americano.

Em nota, a Marfrig confirmou a informação. "A Marfrig confirma que teve as suas quatro unidades no Uruguai liberadas para atender o mercado da Arábia Saudita. As unidades são as de Tacuarembó, Salto, San José e Colônia".

A Minerva mantém três unidades no Uruguai. Destas, foram habilitados os frigoríficos Carrasco, localizado na cidade de Paso Carrasco, no departamento de Canelones; e Pul, situado no município de Melo, departamento de Cerro Largo. A planta de Carrasco tem capacidade para abater 900 cabeças ao dia, enquanto a unidade Pul abate 1.400 cabeças ao dia. Procurada, a Minerva ainda não se posicionou.

Abertura de mercado

A autoridade sanitária da Arábia Saudita (SFDA, na sigla em inglês) anunciou nesta segunda-feira (13) a abertura de mercado para compra de carne e miúdos bovinos produzidos no Uruguai. "A abertura desse mercado cria novas oportunidades de negócios para a exportação de carne uruguaia no exterior", afirmou em nota o Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca do país sul-americano. Além da proteína bovina, o Uruguai também recebeu habilitação para exportar carne e subprodutos de ovinos.

Segundo o ministério agropecuário do Uruguai, o processo de abertura dos sauditas contou com auditorias para certificação Halal, avaliações nas plantas frigoríficas e em todo o sistema sanitário do país. Para a pasta, a habilitação é resultado de um trabalho de inserção de produtos uruguaios no mercado internacional que está sendo realizado pelos Ministérios da Pecuária e das Relações Exteriores.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade