PUBLICIDADE

IPCA desacelera a 0,21% em junho e fica abaixo do esperado; inflação acumula alta de 2,48% no ano

10 jul 2024 - 10h29
Compartilhar
Exibir comentários
IPCA
IPCA
Foto: Suno

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador oficial da inflação no Brasil, registrou avanço de 0,21% em junho, abaixo do consenso, que projetava uma alta na casa de 0,32%.

O IPCA de junho apresenta uma desaceleração ante maio, quando houve avanço de 0,46% nos preços. Em junho de 2023, por outro lado, o índice havia recuado 0,08%.

Com o resultado do IPCA divulgado nesta quarta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o País chega a uma inflação acumulada de 4,23% em 12 meses. No acumulado de 2024, a alta é de 2,48%.

Entre os nove principais grupos do IPCA, sete tiveram avanço no mês de junho. O maior impacto ficou por conta do segmento de alimentação e bebidas, com avanço de 0,44% e peso de 0,10 ponto percentual no índice geral. Em maio, os preços desse grupo haviam apresentado alta de 0,62%.

Dentro de alimentação e bebidas figuram dois dos cinco produtos com maior contribuição do índice. O leite longa vida subiu 7,43%, impactando o IPCA em 0,06 ponto percentual. Segundo o IBGE, esse avanço se deu pela queda na produção.

A batata inglesa, por sua vez, adicionou 0,5 ponto percentual no índice, uma vez que seus preços subiram 14,49% no mês. Segundo o IBGE, isso se deu pelo momento de transição entre a safra das águas e o início da safra das secas, com o volume não atendendo à demanda.

Outro setor de destaque foi o de saúde e cuidado pessoais, que registrou avanço de 0,54% no mês, com impacto de 0,07 ponto percentual no índice.

Confira o resultado dos grupos do IPCA em junho:

  • Alimentação e bebidas: 0,44%;
  • Habitação: 0,25%;
  • Artigos de residência: 0,19%;
  • Vestuário: 0,02%;
  • Transportes: -0,19%;
  • Saúde e cuidados pessoais: 0,54%;
  • Despesas pessoais: 0,29%;
  • Educação: 0,06%;
  • Comunicação: -0,08%.

De acordo com o Boletim Focus do Banco Central, a expectativa é a de que o IPCA encerre o ano de 2024 com alta acumulada de 4,02%.

Suno
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade