0

Investigação do Cade sobre verticalização em pagamentos chegou tarde, diz Mastercard

6 dez 2018
14h40
atualizado às 15h13
  • separator
  • comentários

Uma investigação sobre os efeitos da verticalização no setor financeiro e de meios de pagamentos sobre a concorrência chegou tarde, disse nesta quinta-feira o presidente da Mastercard para o Brasil e Cone Sul, João Pedro Paro Neto.

Cartão de crédito de Mastercard 30/08/2017 REUTERS/Thomas White
Cartão de crédito de Mastercard 30/08/2017 REUTERS/Thomas White
Foto: Reuters

"Agora o mercado já está aberto, com vários concorrentes", disse Paro Neto a jornalistas. "Esse assunto da verticalização chegou tarde."

Na véspera, o tribunal do Cade determinou a abertura de uma investigação sobre os efeitos da verticalização de grandes instituições financeiras sobre a concorrência no setor bancário e em meios de pagamentos, a partir de um relatório da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

De acordo com Paro Neto, embora nenhum nome tenha sido mencionado no relatório, todas as grandes instituições financeiras devem ser convidadas a se manifestarem.

A Mastercard no ano passado superou a Visa e se tornou a maior bandeira de pagamentos no Brasil, após 22 anos de operação no país.

De acordo com o executivo, a Mastercard está pronta para defender sua posição de mercado mesmo com multiplicação do número de empresas no mercado de pagamentos no Brasil.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade