Primeiro carro produzido pela Fiat no Brasil, 147 completa 35 anos

O modelo 147 da Fiat completa, em 2011, 35 anos no Brasil. Inspirado no italiano 127, o 147 foi apresentado ao público no Salão do Automóvel de São Paulo de 1976 e se tornou o primeiro modelo a ser construído no País pela montadora italiana, após a instalação da primeira fábrica da Fiat, em Betim, Minas Gerais, também em 1976. O carro foi produzido de 1976 a 1987 e atingiu a marca de 536.591 unidades vendidas no Brasil.
Em 1979 a Fiat comercializou 98.743 unidades, melhor ano de vendas do modelo no Brasil. Foi neste ano que o 147 também se tornou o primeiro carro movido a etanol produzido em série no Brasil. Já no último ano de produção do carro apenas 490 veículos novos foram vendidos. O veículo era fabricado com motor dianteiro transversal, tração dianteira, coluna de direção retrátil e pneu radial de série.
De acordo com o consultor automotivo José Caporal, apesar de o Fiat 147 ser um carro de entrada, ele competiu com o Chevette, da Chevrolet, e com a Brasília, da Volkswagen. “O 147 era um modelo de entrada, mas se posicionou um pouco acima do Fusca, por exemplo. Ele preencheu uma lacuna que estava quase vazia, era um veículo barato e econômico, por isso foi um sucesso de vendas”, afirmou o consultor.
Durante sua fabricação três variações do carro foram lançadas. De 1977 a 1987 o modelo 147 Furgão foi produzido. Era um carro comercial e vendeu 12.848 unidades no período em que foi fabricado no País.
Já o Fiat 147 Pick-Up foi o primeiro carro derivado de um carro leve no Brasil; lançado em 1979, esta derivação dos 147 tradicionais foi produzida até 1988 e vendeu 65.225 unidades. No primeiro ano da década de 80, o modelo 147 Fiorino foi lançado e vendeu 19.575 unidades até 1988 quando deixou de ser produzido.