0

Indonésia abrirá mercado de carne bovina ao Brasil, diz ministério

12 fev 2018
14h25
atualizado às 16h01
  • separator
  • comentários

A Indonésia deverá abrir seu mercado de carne bovina para o Brasil, de acordo com afirmação do ministro da Agricultura indonésio, Andi Sulaiman, ao secretário-executivo do Ministério da Agricultura brasileiro, Eumar Novacki, em Jacarta.

Homem segura pedaço de carne no mercado de Bumi Serpong Damai, em Tangerang, na província indonésia de Banten
21/12/2017
REUTERS/Beawiharta
Homem segura pedaço de carne no mercado de Bumi Serpong Damai, em Tangerang, na província indonésia de Banten 21/12/2017 REUTERS/Beawiharta
Foto: Reuters

Em nota publicada pelo Ministério da Agricultura do Brasil, Novacki destacou a importância do mercado indonésio ao pontuar que o país tem 265 milhões de habitantes, sendo o quarto mais populoso do mundo.

Ele disse que há grande potencial de crescimento no consumo de carne do país asiático, que ainda registra baixa demanda de proteína em comparação com a média mundial.

O Brasil, maior exportador global de carne bovina e de frango, também prospecta a exportação de frutas, lácteos, entre outros produtos para a Indonésia, segundo a nota.

"Podemos apoiar a Indonésia não apenas fornecendo nossa carne de alta qualidade a preços competitivos, mas também cooperar na área de genética bovina, melhoramento de pastagens, cruzamentos industriais e exportação de animais vivos para confinamento", disse Novacki em nota.

O Brasil exporta para a Indonésia 1,5 bilhão de dólares por ano em produtos agropecuários, principalmente soja, açúcar, algodão e milho, segundo o ministério.

O ministro indonésio afirmou que o país enviará em breve uma missão ao Brasil para acertar detalhes sobre os negócios.

No ano passado, o Brasil venceu uma disputa contra a Indonésia sobre carne de frango na Organização Mundial de Comércio (OMC), o que deve viabilizar exportações brasileiras para aquele país.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade