8 eventos ao vivo

Índices europeias sobem para máxima de 5 meses após rejeição de Brexit sem acordo

14 mar 2019
15h00
  • separator
  • 0
  • comentários

As ações europeias subiram para a máxima de cinco meses nesta quinta-feira, impulsionadas pela força do setor bancário, depois que o Parlamento britânico votou pela rejeição de um Brexit sem acordo.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,77 por cento, a 1.488 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,78 por cento, a 379 pontos. O sentimento no mercado melhorou de cauteloso para otimista no pregão, antes de uma votação ainda nesta quinta-feira que decidirá sobre um possível atraso na saída do Reino Unido da União Europeia.

As ações da Leonardo registrou seu melhor dia em mais de 7 anos ao subir 13 por cento, recuperando algumas das perdas que registrou desde janeiro de 2018, depois que o grupo de defesa italiano informou que seu lucro líquido subiu e projetou um crescimento nas vendas em 2019.

A alemã GEA subiu 11 por cento depois que o presidente-executivo da empresa anunciou que fará mudanças em sua estrutura em junho, enquanto a Lagardere, da França, ganhou 8 por cento, após dar mais detalhes sobre seus planos de desinvestimento.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,37 por cento, a 7.185 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,13 por cento, a 11.587 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,82 por cento, a 5.349 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,62 por cento, a 20.877 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,19 por cento, a 9.209 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,26 por cento, a 5.271 pontos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade