5 eventos ao vivo

Índices das bolsas dos EUA fecham mistos após dados de emprego e previsão decepcionante de Amazon

1 fev 2019
19h32
atualizado às 20h35
  • separator
  • 0
  • comentários

Os principais índices de Wall Street fecharam mistos nesta sexta-feira, após o otimismo gerado por um relatório sobre o mercado de trabalho ser compensado por uma perspectiva mais fraca do que a esperada da Amazon.com, o que prejudicou as ações do setor de varejo.

Operadores na bolsa de valores de Nova York
01/02/2019 REUTERS/Brendan McDermid
Operadores na bolsa de valores de Nova York 01/02/2019 REUTERS/Brendan McDermid
Foto: Reuters

O Dow Jones subiu 0,26 por cento, para 25.063 pontos. O S&P 500 ganhou 0,09 por cento, para 2.706 pontos. O Nasdaq caiu 0,25 por cento, para 7.263 pontos.

A ação da peso-pesado do varejo online caiu 5,38 por cento após a previsão de vendas trimestrais da Amazon ficar aquém das estimativas de Wall Street, ofuscando vendas recordes das festas de fim de ano.

O dado levou o Nasdaq para baixo, enquanto varejistas como Walmart, Macy's e Kohl's caindo mais de 2 por cento. O índice de consumo consumidor da S&P caiu 1,77 por cento.

Um relatório do Departamento de Trabalho dos EUA mostrou que o mercado de trabalho não-agrícolas criou 304 mil empregos no mês passado, o maior ganho desde fevereiro de 2018, superando as expectativas dos economistas de aumento de 165 mil.

Esse relatório, juntamente com números de atividade industrial melhores do que o esperado para janeiro, apontou força da economia, apesar de uma perspectiva incerta que deixou o Federal Reserve cauteloso sobre mais aumentos das taxas de juros nos EUA este ano.

"O que o relatório do desemprego está dizendo é que as pessoas querem voltar ao trabalho", disse Tom Martin, gerente sênior de portfólio da GlobAlt Investments, em Atlanta. "O consumidor precisa ser forte e, se o consumidor estiver empregado, o consumidor continuará forte".

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade