3 eventos ao vivo

Índice de Xangai sobe para máxima de fechamento em quase 13 meses

19 abr 2019
10h33
  • separator
  • 0
  • comentários

Os índices acionários chineses avançaram nesta sexta-feira, em sessão de baixos volumes e inicialmente marcada por realizações de lucros, encerrando o dia na máxima em quase 13 anos, com sinais de uma recuperação econômica na China.

O indicador da bolsa de Xangai anulou as perdas observadas no início do pregão e terminou em alta de 0,63 por cento, a 3.270,80, no mais forte fechamento desde 21 de março de 2018.

Já o índice que reúne ações de blue chips subiu 1,19 por cento, a 4.120,61 pontos, maior patamar de fechamento desde 12 de março de 2018.

O volume de negócios foi relativamente baixo, com cerca de 31,52 bilhões de ações negociadas em Xangai, quase 79,2 por cento da média móvel em 30 dias de 39,79 bilhões de ações por dia.

Embora tenham encerrado a semana em tom positivo, a reação das bolsas chinesas aos dados econômicos mais fortes que o esperado divulgados nesta semana sinaliza que os investidores continuam com dúvidas sobre a sustentabilidade da recuperação econômica da China e a perspectiva de políticas de apoio.

"A estabilização da economia chinesa no primeiro trimestre já é fator estabelecido. O foco do mercado agora é por quanto tempo essa estabilização persistirá e quão forte será, e parece haver muitas divergências", disseram analistas da Lianxun Securities em nota.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade