0

Ibovespa cai 0,82% com cautela eleitoral, mas fecha setembro com alta de 3,48%

28 set 2018
18h32
  • separator
  • comentários

Depois de três altas consecutivas, o Índice Bovespa passou por um movimento de correção e caiu 0,82% nesta sexta-feira, 28, para 79.342,42 pontos. Contribuiu para a queda o desempenho negativo das bolsas internacionais, ao mesmo tempo em que o investidor se mostrou mais cauteloso com o cenário eleitoral doméstico. Apesar da queda no dia e na semana, o índice encerrou setembro com alta de 3,48%, favorecida pelo aumento do apetite por risco no mercado externo.

O sinal de baixa na bolsa brasileira foi determinado desde a abertura dos negócios, influenciado em parte pela queda das bolsas da Europa, em meio aos problemas fiscais na Itália. As bolsas de Nova York oscilaram em alta na maior parte do dia, mas perderam fôlego à tarde e terminaram o dia próximas da estabilidade.

No Brasil, o cenário eleitoral continuou como a principal referência dos investidores. A expectativa pela pesquisa Datafolha se somou à cautela com o noticiário político desfavorável ao candidato do PSL à presidência, Jair Bolsonaro. Além de reportagens sobre ele nas revistas semanais, também são esperadas manifestações populares no fim de semana contra o deputado.

Para Pedro Paulo Silveira, economista-chefe da corretora Nova Futura, a queda de hoje da bolsa pode ser considerada uma realização de lucros recentes, deflagrada pelo cenário externo mais adverso e a cautela do investidor diante dos eventos do último final de semana antes do primeiro turno.

"O mercado continua a apostar na vitória de Bolsonaro. Se houvesse um olhar mais benevolente com Haddad, como alguns afirmam, não teríamos tido essa queda nas ações da Petrobras, uma vez que o candidato do PT já afirmou que irá mudar a política de preços da companhia", disse o economista.

Apesar das quedas de 1,10% (ON) e de 1,72% (PN), as ações da Petrobras encerraram a semana com ganhos de 4,13% e 4,72%, respectivamente. Em boa medida, a alta foi gerada pela valorização do petróleo e pelo acordo com os órgãos americanos para encerrar ações judiciais contra a estatal, no âmbito da Operação Lava Jato.

Ainda na análise por ações, Vale ON subiu 0,57%, recuperando parte das perdas da véspera. Os papéis do setor financeiro tiveram pregão de perdas, alinhados aos seus pares no exterior. Banco do Brasil ON caiu 2,77%, refletindo também a maior percepção de risco político.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade