PUBLICIDADE

GPA coloca rede de postos de combustível à venda, diz fonte

9 jan 2020 14h17
| atualizado às 16h14
ver comentários
Publicidade

O GPA colocou à venda sua rede de postos de combustível, afirmou uma fonte a par do assunto nesta quinta-feira, dando continuidade à estratégia do grupo em se concentrar em varejo de alimentos.

REUTERS/Sergio Moraes
REUTERS/Sergio Moraes
Foto: Reuters

Às 16h06, as ações do GPA subiam cerca de 0,75%, enquanto o Ibovespa tinha oscilação negativa de 0,5%.

O Brazil Journal publicou mais cedo, citando fontes com conhecimento do assunto, que o GPA colocou à venda a rede de postos, numa transação que pode levantar 1 bilhão de reais.

Representantes do GPA se recusaram a comentar o assunto à Reuters.

Em junho passado, o GPA encerrou um esforço de dois anos para vender sua participação de 36% na rede de móveis e eletrodomésticos Via Varejo. A transação transferiu o controle da companhia dona das bandeiras Casas Bahia e Pontofrio para Michel Klein e sua família, que são acionistas significativos da Via Varejo desde 2009.

O Brazil Journal também informou que o GPA está ponderando sobre a venda de suas drogarias.

Atualmente, o GPA possui 123 drogarias em todo o Brasil e 72 postos de combustível com as marcas Ipiranga, uma unidade da Ultrapar Participações e Raízen, uma joint venture entre a Cosan e a Royal Dutch Shell.

((Edição Redação São Paulo; 55 11 56447727))

REUTERS PS AAJ

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade