1 evento ao vivo

Fitch: venda da unidade de saúde animal da Bayer não afeta rating da companhia

21 ago 2019
14h26
  • separator
  • 0
  • comentários

São Paulo, 21 - A venda da unidade de saúde animal da Bayer para a Elanco, por US$ 7,6 bilhões, ficou dentro da expectativa da Fitch Ratings e não deve ter impacto sobre a nota 'BBB+' da companhia alemã, disse a agência de classificação de risco nesta quarta-feira.

Com o negócio, a Bayer completou seu plano de desinvestimentos anunciado em novembro de 2018, que incluiu também a venda das marcas Dr. Scholl's e Coppertone e da participação de 60% na empresa de serviços para a indústria química Currenta.

Em julho deste ano, a Fitch rebaixou o rating da Bayer de 'A-' para 'BBB+', com perspectiva negativa. A agência de classificação de risco tinha estimado que esses desinvestimentos, combinados com a venda da unidade de produtos dermatológicos vendidos sob prescrição médica, concluída em julho do ano passado, trariam recursos líquidos de aproximadamente 9 bilhões de euros em 2019 e 2020.

A Fitch espera que, na ausência de indenizações resultantes de litígios, esses recursos permitam que a Bayer recupere flexibilidade financeira e métricas de crédito condizentes com seu rating atual. Desde agosto do ano passado, a companhia já sofreu derrotas em três julgamentos e foi condenada a pagar indenizações de milhões de dólares a quatro pessoas que teriam desenvolvido câncer por causa da exposição ao glifosato, ingrediente ativo do herbicida Roundup.

A perspectiva negativa para o rating foi mantida para refletir o risco de possíveis pagamentos relacionados aos litígios envolvendo o glifosato.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade