PUBLICIDADE

Filhos de Ricardo Boechat devem receber indenização de R$ 600 mil da farmacêutica Libbs, determina TJSP

Jornalista morreu em acidente de helicóptero há cinco anos, em viagem contratada pela empresa; processo foi julgado na quarta-feira, 3

5 jul 2024 - 18h35
(atualizado às 23h46)
Compartilhar
Exibir comentários
Ricardo Boechat, jornalista que atuava na Band, morreu em acidente de helicóptero durante viagem entre Campinas e São Paulo.
Ricardo Boechat, jornalista que atuava na Band, morreu em acidente de helicóptero durante viagem entre Campinas e São Paulo.
Foto: Kelly Fuzaro/Band

O jornalista Ricardo Boechat morreu há cinco anos em um trágico acidente de helicóptero, após ministrar uma palestra na convenção da farmacêutica Libbs. A viagem foi contratada pela empresa que, agora, deve indenizar a família de Boechat em R$ 600 mil pela sua morte. A decisão, unânime, foi tomada pela 38ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) na quarta-feira, 3. 

No acórdão registrado no processo, que o Terra teve acesso, o relator Spencer Almeida Ferreira explicou que os autos demonstram, sem dúvida, que a responsabilidade pela “reparação do dano” é da Libbs.

Em meio ao que é levantado em 25 páginas no documento, foi entendido pela Justiça que, por mais que o helicóptero que transportou o jornalista fosse de outra empresa, a mesma foi contratada pela Libbs para realizar o serviço.

O montante indenizatório de R$ 600 mil será dividido entre os autores do processo, os filhos de Boechat, que receberão R$ 300 mil cada. Inicialmente, o valor de reparação por danos morais solicitado foi de R$ 1,2 milhão; foi acatada redução após apelo da Libbs.

“O valor da indenização ora ajustado é medida de rigor e não se mostra desarrazoado, desproporcional e tão pouco caracterizador de enriquecimento ilícito. Com efeito, a requerida/Apelante LIBBS informa ser uma indústria farmacêutica, integralmente nacional, com quase 70 anos de história, que conta com mais de 2.800 colaboradores em todo o Brasil e produz mais de 50 milhões de unidades de medicamento ao ano, e consta dos autos ter gasto mais de R$ 30.000.000,00 (trinta milhões de reais) somente na realização do evento para o qual contratou o jornalista Ricardo Eugênio Boechat”, complementa o relator.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade