1 evento ao vivo

Fed planeja revisão de como atingir metas de inflação e emprego

16 nov 2018
11h19
  • separator
  • 0
  • comentários

O Federal Reserve, que está sob pressão das críticas da Casa Branca, mesmo com a autoridade monetária atingindo em grande parte suas metas de inflação e de emprego, vai realizar uma extensa revisão no próximo ano sobre a orientação da economia dos EUA, à medida que o banco central tenta se tornar mais aberto e responsável.

Powell, durante reunião em Washington 26/11/2018 REUTERS/Al Drago
Powell, durante reunião em Washington 26/11/2018 REUTERS/Al Drago
Foto: Reuters

O banco central dos EUA informou na quinta-feira que realizará uma série de fóruns em todo o país para escutar um "grande número" de participantes do mercado.

Quando a revisão terminar em meados de 2019, isso pode levar a uma reconsideração sobre as ferramentas que o Fed usa para atingir seus objetivos e sobre a forma como a autoridade comunica sua política aos mercados público e financeiro.

O anúncio incomum sugere que o chairman do Fed, Jerome Powell, que assumiu o comando do banco central em fevereiro, quer acelerar a trajetória para maior transparência e responsabilidade, a fim de evitar qualquer interferência política prejudicial.

O presidente norte-americano, Donald Trump, criticou publicamente os aumentos graduais da taxa de juros do Fed, dizendo que os custos mais altos de empréstimos ameaçam a expansão econômica.

"Agora é um bom momento para avaliar como formulamos, conduzimos e comunicamos a política monetária", disse Powell em um comunicado, observando que o Fed está perto de atingir suas metas de inflação e emprego.

O Fed planeja sediar uma série de eventos, incluindo uma conferência de pesquisa em sua filial em Chicago, em junho, para apoiar a revisão. As autoridades planejam discutir as perspectivas obtidas e divulgar suas descobertas.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade