PUBLICIDADE

Fed "continuará insistindo" em alta de juros até queda da inflação ficar clara, diz Powell

17 mai 2022 15h29
| atualizado às 15h56
ver comentários
Publicidade

O banco central dos Estados Unidos "continuará insistindo" em apertar a política monetária até ficar claro que a inflação está arrefecendo, disse nesta terça-feira o chair do Federal Reserve, Jerome Powell.

"O que precisamos ver é a inflação recuando de maneira clara e convincente e vamos continuar insistindo até vermos isso", afirmou Powell em evento do Wall Street Journal. "Se não virmos isso, teremos de considerar agir de forma mais agressiva" para apertar as condições financeiras.

Conforme sobe os juros nas próximas reuniões de política monetária, o Fed avaliará "reunião por reunião, dado por dado" como a economia e a inflação estão se comportando, disse Powell. A inflação atual está em mais de três vezes a meta de 2% do Fed.

Powell afirmou que, se o ritmo dos aumentos de preços não diminuir, o banco central --que já elevou sua taxa básica num total de 0,75 ponto percentual neste ano-- não hesitará em aumentar os juros para níveis mais restritivos.

"Se isso envolve ultrapassar níveis amplamente entendidos como 'neutro', não hesitaremos em fazer isso", disse Powell, referindo-se ao patamar que não estimula nem restringe a atividade econômica. "Vamos até sentir que estamos em um lugar onde podemos dizer 'sim, as condições financeiras estão em um lugar apropriado, vemos a inflação em queda'."

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade