0

Exportações do agronegócio paulista cedem 2,9% no 1º bimestre em valor

25 mar 2020
18h20
  • separator
  • 0
  • comentários

São Paulo, 25 - As exportações do agronegócio de São Paulo somaram US$ 2,087 bilhões no primeiro bimestre deste ano, recuo de 2,9% na comparação com igual período do ano passado, quando o valor arrecadado com os embarques externos somou US$ 2,148 bilhões. A informação foi divulgada pelo Instituto de Economia Agrícola, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento Paulista (IEA-Apta).

O setor sucroalcooleiro foi o que apresentou maior participação nas exportações do setor agropecuário de São Paulo, totalizando US$ 1,857 bilhão, ou 28,1% do total. Na comparação com janeiro e fevereiro de 2019, quando este segmento faturou US$ 1,733 bilhão, houve avanço de 7,1%, conforme o IEA-Apta.

Principalmente o açúcar puxou a alta do setor sucroenergético, com 13,9% em valor. Já o etanol recuou 19,6% em valor em comparação ao primeiro bimestre de 2019. Em volume, o total embarcado pelo setor alcançou 1,857 milhão de toneladas, alta de 7,1% ante o 1,733 milhão de toneladas de janeiro e fevereiro de 2019.

O segundo setor mais representativo, o de carnes, faturou US$ 325,12 milhões com exportação de 91,96 mil toneladas, avanço de 20,7% em valor e 16,6% em volume. As exportações totais de carne bovina (in natura e industrializada) totalizaram US$ 268,03 milhões, com 54,14 mil toneladas, ou aumento de 14,1% em valor e recuo de 2,8% em volume.

Já a carne de frango deu um salto nos embarques externos em São Paulo, com US$ 50,7 milhões faturados e venda de 35,2 mil toneladas, saltos, respectivamente, de 73,9% e 64,8% no primeiro bimestre de 2020 em relação a igual período de 2019.

Quanto à carne suína, tanto in natura quanto industrializada, houve queda de 2,9% em valor, para US$ 620 mil, e avanço de 2,5% em volume, para 37 mil toneladas.

Veja também:

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade