0

Exportação na safra 2017/18 cai 8,4% ante 2016/17, diz CeCafé

12 jul 2018
16h50
  • separator
  • comentários

São Paulo, 12 - A exportação brasileira de café na safra 2017/18 (julho de 2017 a junho de 2018) alcançou 30,29 milhões de sacas de 60 kg. O volume corresponde a uma queda de 8,4% em comparação com os 12 meses anteriores (33,09 milhões de sacas), segundo levantamento do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (CeCafé), divulgado nesta quinta-feira, 12. A queda corresponde ao pior resultado desde a safra 2012/13, quando o País exportou 30,91 milhões de sacas.

Já a receita cambial no período ficou em US$ 4,87 bilhões, 14,3% menor do que a da safra 2016/17 (US$ 5,68 bilhões). O preço médio na safra 2017/18 foi de US$ 160,60, queda de 6,4% ante o ano-safra anterior (US$ 171,54). O preço médio da exportação caiu 6,6%, para US$ 160,60 ante US$ 171,54 ante a safra anterior.

O presidente do CeCafé, Nelson Carvalhaes, diz que o desempenho poderia ter sido cerca de 5% melhor não fosse a forte redução de oferta de café conilon, causada por questões climáticas que prejudicaram as safras de 2014/15 e 2016.

O volume de café exportado no mês de junho passado, último mês da safra, teve um aumento de 12,7% em comparação a igual mês de 2017. O volume alcançou 2,47 milhões de sacas. Já a receita cambial apresentou uma queda de 1,0%, atingindo US$ 363,4 milhões ante US$ 367,09 milhões em junho de 2017.

De acordo com o balanço do CeCafé, no primeiro semestre de 2018 houve queda de 4,2% no volume exportado, para 14,47 milhões de sacas. A receita diminuiu 14,2% no período, para US$ 2,22 bilhões. O preço médio caiu 10,5% no período, para US$ 155,41 a saca, ante US$ 173,61 a saca em igual intervalo de 2017.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade