PUBLICIDADE

EWZ termina em queda de 1,5%, após demissões de Funchal e Bittencourt

21 out 2021 22h53
ver comentários
Publicidade

O EWZ, principal ETF do Brasil negociado no mercado americano, terminou o after hours em Nova York desta quinta-feira, 21, em queda de 1,53%, a US$ 29,64. O movimento foi influenciado pela debandada de nomes da equipe econômica após o governo chancelar mudanças no cálculo do teto de gastos para bancar novos programas sociais.

Pediram exoneração hoje à noite o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, além de seus respectivos adjuntos, Gildenora Dantas e Rafael Araújo.

Estadão
Publicidade
Publicidade