0

Economia peruana encara "risco muito grave" por crise na construção, diz ministra

13 fev 2018
11h16
  • separator
  • comentários

A economia peruana enfrenta um risco "muito grave" por um evento sistêmico no setor de construção, cujas empresas com obras milionárias a serem executadas estão sob investigação, afirmou na segunda-feira a ministra da economia, Claudia Cooper.

Em uma apresentação no Congresso, Claudia afirmou que o investimento pendente de empresas vinculadas a atos de corrupção chega a 30 bilhões de soles (9,191 bilhões de dólares), equivalente a 4,2 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) do Peru.

"Hoje temos uma situação em que a economia está em um risco muito grave, por um risco sistêmico no setor real, que é a construção", disse a ministra no Parlamento.

Claudia foi ao Congresso para defender um projeto de lei que estabelece a retenção do lucro das empresas envolvidas em casos de corrupção para garantir o pagamento de uma reparação civil, e que busca substituir um decreto que expira na terça-feira e que em seu ano de vigência freou o avanço de projetos de construtoras.

Após horas de debate, o Congresso e a ministra da Economia concordaram em prorrogar a discussão para chegar a um projeto de consenso e incluir algumas modificações propostas, e com isso ampliaram a vigência do atual decreto por mais 30 dias.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade