PUBLICIDADE

Conheça as vantagens de fazer um Pix parcelado

Quais as principais vantagens para lojistas e consumidores?

25 mai 2022 02h00
| atualizado às 13h29
ver comentários
Publicidade
Foto: Adobe Stock

Lançado em 2020, o Pix não é apenas um sucesso. Na verdade, é um verdadeiro fenômeno no Brasil. Os números são espantosos: 113 milhões de pessoas já criaram pelo menos uma chave Pix e em março de 2022 foi registrado um recorde de 58,5 milhões de transferências em um único dia.

Diante do fenômeno, cerca de 70% das lojas online já aceitam o Pix como forma de pagamento. Então, como o brasileiro adora um parcelamento, não demorou para que surgisse também o Pix parcelado. Ele permite que o pagador use a função crédito para acessar os benefícios do meio de pagamento, além de considerar o parcelamento de compras em lojas que trabalham com essa possibilidade.

“Podemos destacar o Pix parcelado, que já está sendo divulgado pelos bancos, como a principal novidade do momento”, aponta Rafael de Tarso Schroeder, professor de Empreendedorismo e Inovação do ISAE Escola de Negócios. “A grande mudança é que, até pouco tempo atrás, o Pix só possibilitava a realização de pagamentos feitos à vista, isto é, com o dinheiro disponível na conta do pagador.”

Para o vendedor, especialmente o pequeno empreendedor, as vantagens principais são a redução das tarifas cobradas pelas operadoras de cartão e a garantia do recebimento dos valores, sem atrasos. “Muitos clientes, conhecendo a modalidade, podem realizar compras com maior volume, ou seja, um ticket médio maior”, diz Schroeder.

Pelo lado do consumidor, além de não precisar de cartões ou outros meios para realizar uma transação instantânea, existe o benefício do desconto, que muitos comerciantes e empresas já ofertam, mesmo no modelo parcelado. “Digamos que você faça uma compra de um produto de R$ 500,00 no seu e-commerce preferido. O valor dele para pagamento via Pix é de R$ 450,00 e no Pix Parcelado sai por R$ 475,00. Ainda é uma vantagem”, aponta o professor.

Segundo a Digio, plataforma de serviços financeiros, mesmo sem o valor disponível na conta, clientes conseguem realizar a transação, dividindo o valor de uma compra. Cerca de 60% das transações parceladas do Pix são valores de até R$ 200,00. 

“Os clientes buscam essa solução para realizar pagamentos ou situações emergenciais que liberam valores instantaneamente. Para empréstimos com valores maiores, são oferecidos outros produtos financeiros”, diz Marcelo Scarpa, diretor-executivo da Digio.

Redação Dinheiro em Dia
Publicidade
Publicidade