PUBLICIDADE

Antecipação do saque-aniversário do FGTS vale a pena?

Bancos e fintechs oferecem a antecipação do saque-aniversário: saiba como funciona o crédito e veja opções.

1 jul 2022 - 06h00
Ver comentários
Publicidade
É importante entender que o FGTS, alerta Tiago Feitosa, especialista em mercado financeiro
É importante entender que o FGTS, alerta Tiago Feitosa, especialista em mercado financeiro
Foto: Divulgação

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é uma ferramenta criada pelo governo brasileiro, em 1967, para proteger o trabalhador demitido sem justa causa. De lá para cá muita coisa mudou e os usos do FGTS aumentaram. 

Desde abril de 2020 é permitido que o trabalhador faça o saque de parte do seu saldo do FGTS no mês do seu aniversário, para usar como quiser, e a adesão a esse benefício é opcional. 

Mas, caso o trabalhador precise do dinheiro antes do período do seu aniversário, já há opções de crédito no mercado que contam com o valor do saque-aniversário como pagamento, o que é conhecido como antecipação de saque-aniversário, e, por ser atrelada ao saldo do FGTS, tem juros baixos. 

Saiba quando essa pode ser uma boa possibilidade de crédito para o seu caso e veja algumas opções. 

Quando utilizar a antecipação do saque-aniversário do FGTS? 

De acordo com Tiago Feitosa, especialista em mercado financeiro da T2 Educação, para sacar o FGTS antecipado o trabalhador precisa levar em consideração sua situação financeira e, além disso, sua disciplina em poupar recursos: “É importante entender que o FGTS é um saldo para trazer uma certa segurança em caso de demissão sem justa causa, ou ainda para o trabalhador utilizar para dar entrada num imóvel ou amortizar um crédito imobiliário. Com essa visão, a maior preocupação do trabalhador deveria ser: ‘vou sacar antecipadamente FGTS se eu tenho a disciplina de poupar, porque isso representa um ganho adicional de rentabilidade’ ou, em último caso, sacar antecipadamente para quitar alguma dívida que esteja trazendo algum tipo de restrição financeira ao trabalhador", explica o educador financeiro.

Quem deseja utilizar saldo do FGTS para investir pode utilizar o saque no mês do aniversário ou até mesmo antecipar o saque: “Historicamente, o FGTS é o investimento que tem a menor rentabilidade no mercado financeiro, e atualmente existem opções de investimentos seguros que trazem maior rentabilidade. Um exemplo disso é o Tesouro Selic, um título público federal que o investidor empresta dinheiro ao governo (por isso é muito seguro) e historicamente rende mais que o FGTS. Assim, resgatar o FGTS antecipado para investir em instrumentos seguros e mais rentáveis pode ser uma escolha racional do ponto de vista financeiro”, avalia Feitosa. 

No caso de antecipação, o investidor deve fazer a conta para saber se o juro cobrado pela instituição que oferece a antecipação será menor do que o rendimento do ativo investido. 

Além disso, o que tenha dívidas com taxas de juros altas pode ter no saque do FGTS uma opção para quitar a dívida com juros muito alto, explica Tiago Feitosa: “Um exemplo é o cheque especial. Se o trabalhador está usando uma linha de crédito como essa, está pagando, em média, 160% de juros ao ano.” 

Mas, após utilizar o saldo para quitar dívidas, o educador financeiro orienta: “É importante que o trabalhador consiga organizar suas finanças para que não volte a usar uma linha de crédito tão cara como o cheque especial novamente”.

Após optar pelo saque-aniversário, caso o trabalhador seja demitido, poderá sacar apenas o valor referente à multa rescisória, e não o valor integral da conta, por isso Feitosa ressalta que, mesmo em caso de demissão sem justa causa, o resgate antecipado não interfere no valor da multa: “O valor de 40% de multa é calculado sobre o saldo ‘virtual’, ou seja, sobre o valor que deveria ter no FGTS se o trabalhador não resgatasse antecipadamente, portanto, não há nenhuma perda para o trabalhador neste sentido”, finaliza. 

10 anos de antecipação do saque-aniversário do FGTS

Grandes bancos e fintechs oferecem o serviço de antecipação de saque-aniversário do FGTS aos correntistas e clientes. Ao tomar esse crédito, o trabalhador concorda que o saque-aniversário, quando chegar o prazo, irá diretamente para a financeira que forneceu a antecipação, por isso as taxas de juros são baixas. A Caixa, por exemplo, oferece juros de 1,49% ao mês e antecipa até 5 parcelas de saque-aniversário. 

Vale consultar o seu banco, ficar atento às taxas de juros e fazer a comparação e simulações antes de tomar o crédito. No caso de antecipação de mais de um ano do saque-aniversário, faça um planejamento antes de firmar o compromisso financeiro.

Veja algumas opções:

Banco BV 

O Banco BV ofecere Crédito FGTS com taxas de juros a partir de 1,59% ao mês e possibilita a antecipação de até 10 parcelas do saque-aniversário. O cliente precisa ter saldo mínimo de R$ 300,00 na conta do FGTS. 

A contratação é feita de forma on-line. Para ter acesso ao produto, basta aderir ao saque-aniversário do FGTS, autorizar o BV a consultar o saldo disponível na conta e contratar o crédito.

Fintech Sim 

A Sim, fintech do Grupo Santander, acaba de lançar uma linha de crédito que antecipa o saque-aniversário com garantia do FGTS. A modalidade pode ser contratada por qualquer pessoa, negativada ou não, e a taxa de juros no mês de lançamento é fixa, de 1,69% ao mês.

O limite mínimo para solicitar o produto é R$ 500 e o máximo R$ 25.000, o valor é creditado na conta do cliente em até 3 dias úteis. A antecipação do saque-aniversário pode ser feita 100% online, por meio do site e aplicativos da Sim, ou pelos parceiros correspondentes bancários da fintech. Para simular as condições da antecipação, é necessário que o interessado autorize o “Banco Santander (Brasil) S.A.” a ter acesso aos dados.

Banco Inter 

O Inter informa que oferece aos seus clientes a possibilidade de antecipar até 10 anos de saque-aniversário do FGTS direto pelo aplicativo, de forma rápida e digital, com valores a partir de R$ 300, de acordo com o saldo do cliente no fundo. 

Ao finalizar a contratação o dinheiro cai direto na conta do cliente. A taxa da Antecipação Saque-Aniversário FGTS do Inter é fixa a 1,99% a.m. e não existem tarifas ou seguros adicionais.

Os requisitos para fazer essa antecipação pelo Banco Inter são:

  • • Ser maior de 18 anos e ter optado pelo saque-aniversário;
  • • Ter autorizado o Inter a acessar as informações do seu FGTS;
  • • Ser correntista do Inter
Redação Dinheiro em Dia
Publicidade
Publicidade