PUBLICIDADE

Aluguel de móveis é opção para jovens que buscam praticidade

16 jun 2022 05h30
ver comentários
Publicidade
Gino Marini defende que alugar móveis dá “sensação de liberdade”
Gino Marini defende que alugar móveis dá “sensação de liberdade”
Foto: Arquivo Pessoal

Quem já se mudou de casa sabe a dor de cabeça que uma mudança pode dar, a começar pela embalagem de todos os produtos, escolha do que vai caber ou combinar com a casa nova, orçamentos de carreto e a preocupação com o estado de todos os bens durante o transporte. Ao pensar em tudo isso, o empresário do ramo de marketing Gino Marini, 28 anos, resolveu fazer diferente e optou pelo aluguel de móveis para sua nova casa. 

Gino se mudou, no começo deste ano, de Maringá, no Paraná, para São Paulo, capital. Uma mudança para tão longe pode ficar mais cara do que o preço efetivo dos móveis. Além disso, Gino contou que não quis mais comprar móveis novos por preferir ter a liberdade que os móveis alugados proporcionam. 

“Ocasiona muito uma liberdade pra mim, eu posso mudar a decoração da minha casa sem ter aquele sentimento de pertencimento. A gente busca tanto liberdade e acaba se apegando a coisas físicas, então eu vejo isso como liberdade, mesmo”, diz ele. 

Já financeiramente, Marini fez as contas e observou que móveis são um passivo, que vai se desvalorizar com o tempo, então o custo do aluguel, para ele, vale a pena. Ele paga mensalmente pelos móveis, como uma assinatura, via cartão de crédito. 

Marini alugou todos os móveis para seu novo apartamento, na Vila Buarque, com a Tuim, empresa que fornece assinatura de móveis, e pertencem a ele apenas objetos de decoração.

A Tuim revela que cresceu 600%, em faturamento, de 2020 para 2021, e tem como público principal os jovens que querem mais praticidade. A média etária dos consumidores é de 35 anos. A empresa não se limita aos móveis, mas oferece soluções para que o imóvel se torne habitável, o que pode incluir até eletrodomésticos e utensílios de cozinha, como pratos e talheres.

Além da Tuim, atualmente, outras empresas como Spaceflix e John Richards também fornecem assinatura de móveis para casa. Os serviços podem ser orçados e contratados online, de forma prática. 

Então, para jovens que vivem de aluguel e não têm a previsão de viver por um longo prazo no mesmo lugar, o aluguel pode ser um ganho em praticidade e até economia.

Pamela Paz, fundadora e CEO da Tuim, conta que a empresa tem ainda outro público: há muitos empreendimentos residenciais surgindo com pouca metragem, com contratos mais curtos e flexíveis de aluguel, e geralmente estes oferecem a opção de apartamentos já mobiliados. 

Estas empresas começaram a procurar a Tuim para que fosse feita a decoração e a gestão dos móveis. Esta técnica é conhecida como home staging, e tem como objetivo transformar o imóvel, tornando-o mais atrativo e auxiliando proprietários e corretores para ter negociações mais rápidas e com o melhor preço. Com projeto iniciado em junho de 2021, a empresa triplicou o número de apartamentos mobiliados e decorados, e atende grandes clientes, como a Loft e a Vila 11. 

Redação Dinheiro em Dia
Publicidade
Publicidade