PUBLICIDADE

BC revisa projeção para o PIB de 2022 de alta de 1% para 1,7%

Diretor do Banco Central adiantou informações que serão divulgadas na semana que vem no Relatório Trimestral de Inflação

23 jun 2022 11h56
| atualizado às 16h22
ver comentários
Publicidade

O Banco Central elevou sua estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2022, de 1% para 1,7%. A nova estimativa consta na apresentação realizada na manhã desta quinta-feira, 23, pelo diretor de Política Econômica do BC, Diogo Guillen. Guillen adianta algumas informações que serão divulgadas no Relatório Trimestral de Inflação (RTI), que por conta da greve dos servidores, só será publicado na próxima quinta-feira, 30.

Foto: Istock

Pelo lado da oferta, o BC alterou a estimativa para a expansão da agropecuária de avanço de 2% para 2,2%, enquanto a revisão para a indústria foi de recuo de 0,3% para avanço de 1,2%. No caso dos serviços, o BC mudou a previsão de alta de 1,4% para 2,1%.

Em relação aos componentes da demanda, o RTI informou alteração de 1,1% para 1,7% na expectativa de crescimento do consumo das famílias e de 2,3% para 1,8% previsão de alta do consumo do governo.

O documento desta quinta indica ainda que a projeção para 2022 da Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) - indicador que mede o volume de investimento produtivo na economia - passou de queda de 1,5% para recuo de 2,7%. Todas as estimativas anteriores constavam do RTI divulgado em março.

Na atualização parcial do Boletim Focus, divulgada pelo BC no dia 6 de junho, a projeção de PIB dos economistas consultados semanalmente pela autarquia estava em alta de 1,20%, enquanto a mediana para 2023 era de 0,76%.

Estadão
Publicidade
Publicidade