PUBLICIDADE

Aérea colombiana 'low-cost' Viva inicia operações no Brasil e terá conexões para EUA e México

Empresa disponibilizará, a princípio, três voos semanais em aeronaves modelo Airbus A320neo

23 jun 2022 10h30
| atualizado às 10h36
ver comentários
Publicidade

A Viva, companhia aérea colombiana "low-cost", inicia nesta quinta-feira, 24, sua operação no Brasil, com saídas do Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU). A empresa terá voos para Colômbia e conexões para Estados Unidos, México, Peru e República Dominicana. O trecho São Paulo-Medelín, por exemplo, terá passagens a partir de US$ 269 (ida e volta).

Foto:

Segundo a companhia, inicialmente, serão três voos semanais em aeronaves modelo Airbus A320neo. No total, a Viva terá capacidade para transportar 188 passageiros por voo partindo do Brasil.

A aérea planeja abrir 30 novas rotas nos próximos anos. "A Viva é uma empresa que trabalha para promover a inclusão aérea, permitindo que as pessoas voem mais graças aos benefícios do modelo 'ultra low-cost'", afirma em nota o presidente e CEO do grupo, Félix Antelo. A companhia foi fundada há 10 anos e, agora, soma um total de 13 rotas internacionais.

Conforme a empresa, mesmo com os entraves no setor aéreo no Brasil, como a volatilidade do dólar e o valor do querosene de aviação (QAV), a Viva oferecerá passagens promocionais de lançamento.

A Viva fará parte do Grupo Abra, holding anunciada no mês passado e que controlará a brasileira Gol e a também colombiana Avianca - o acordo ainda precisa ser aprovado pelos órgãos reguladores.

Estadão
Publicidade
Publicidade