1 evento ao vivo

Corretoras realizam promoções para investimentos na Black Friday

Instituições oferecem aportes menores e taxas mais baratas para quem quer aproveitar a data para fazer o dinheiro render

10 nov 2018
05h10
atualizado em 21/11/2018 às 18h17
  • separator
  • comentários

A Black Friday, data conhecida por promoções irresistíveis no varejo online e físico, também pode ser uma oportunidade para quem está à procura de taxas mais baixas para investir ou mesmo para quem tem o desejo de aplicar em determinados títulos ou fundos, mas ainda não dispõe de um grande aporte para isso. As corretoras oferecem no mês de novembro condições facilitadas para esses investimentos.

O fundador do Yubb, plataforma gratuita de seleção de investimentos online, Bernardo Pascowitch, afirma que este período pode ser muito interessante para quem pretende dar o pontapé inicial na área de investimentos. "Para quem está com dinheiro sobrando ou interessado em começar a investir, é interessante (a promoção de Black Friday). Tem opção que aparece só em novembro e é bom ficar atento, porque, em algumas corretoras, o ano inteiro passa sem as mesmas oportunidades", explica.

Ele ressalta, porém, que, ao começar a investir, o ideal é prestar atenção em todos os detalhes. "Não compre a primeira promoção que encontrar. Surgem ofertas para deixar dinheiro aplicado por muito tempo, sem liquidez diária", diz. Ele fala que é preciso ter cuidado, porque, caso o cliente queira recuperar o investimento antes, não vai conseguir, ou, se conseguir, será com certo prejuízo. "Quando encontrar oportunidade, veja se é adequado ao seu perfil. Se precisa do dinheiro em curto prazo, tem deanalisar, por melhor que seja a rentabilidade."

Ativa Investimentos

A Ativa promete ofertas que terão início no dia 15 de novembro e vão até o fim do mês. O Fundo Devant Solidus Cash FIRF CP, com rentabilidade na faixa de 112% do CDI (taxa referência que anda de mãos dadas com a Selic), terá a aplicação mínima reduzida de R$1.000 para R$ 100. A mesma redução de aporte será aplicada ao Fundo Devant Debêntures Incentivadas, produto novo da gestora. A vantagem desse investimento de liquidez diária é a isenção do Imposto de Renda, e seu alvo de rentabilidade é de 110% do CDI.

Para previdência privada, a aplicação mínima na Icatu também caiu de R$ 1.000 para R$ 100, e deve manter essas condições até dezembro. Além disso, a assinatura para se tornar um trader na corretora cairá de R$ 60,00 para R$ 49,90 por trinta dias.

"Embora a gente faça um esforço para incentivar investimentos, é diferente de uma loja. O mais importante para nós é oferecer acesso facilitado e exclusivo; trazer mais investidores para a casa", diz Fábio Assumpção, diretor de Soluções Financeiras da Ativa.

Easynvest

A Easynvest se concentrará em redução de taxas e seleção de produtos com os melhores rendimentos. A corretora anunciou corretagem zero para os fundos imobiliários (FIIs) e fundos de índice (ETFs). Nas semanas seguintes, a empresa promete incorporar produtos especiais, tanto para renda fixa quanto variável, além de um produto surpresa especial no dia da Black Friday.

"Estamos indo no contrafluxo do consumo. Queremos incentivar que o brasileiro reflita sobre como vai gastar seu dinheiro na Black Friday. É uma forma diferente de aproveitar as ótimas condições da data e sair da poupança ou experimentar novas formas de investimentos", diz Fabio Macedo, diretor comercial da Easynvest.

Guide Investimentos

Na Guide Investimentos, a oferta é diferente. A corretora pede que o investidor indique amigos para ganhar milhas no site da Smiles, que administra o programa de milhas da linha aérea Gol. Caso o cliente indique amigos, a cada finalização de abertura de conta, ele ganha mil milhas no site. Para os amigos que se tornarem novos clientes, a cada R$ 1 investido, ganha-se uma milha.

Órama

De acordo com a Órama, o diferencial em novembro será o conjunto de condições que envolve prazo, aporte mínimo e taxa. As três variáveis juntas é que tornariam os títulos promocionais.

Um exemplo dos produtos especiais é o Certificado de Operações Estruturadas (COE) ADR (American Depositary Receipt). Ele estará disponível até o dia 13, com aporte mínimo de R$ 1.000. Normalmente, os COEs disponibilizados na plataforma têm um aporte inicial de R$ 5 mil.

XP Investimentos

A XP Investimentos está com promoção em fundos de renda fixa e previdência, que vai do dia 19 de novembro até o dia da Black Friday, 23 de novembro. Para renda fixa, além de taxas especiais para alguns investimentos, todos os produtos estarão com aplicação mínima de R$ 1 mil, entre 10h e 15h, nos dias mencionados.

Para a previdência privada, no mesmo período, a aplicação mínima será reduzida de R$ 5 mil para R$ 1 mil em investimentos dos fundos "XP Icatu Horizonte Prev FIC FIRF" e "XP Icatu Horizonte Macro Prev FIM".

Educação Financeira

A Clear Corretora e a Rico Investimentos têm opções de descontos em cursos de educação financeira, ambas com oportunidades de 19 a 23 de novembro. A primeira possui 50% de desconto na Clear Educacional, enquanto que a Rico cobra 70% menos em alguns dos cursos oferecidos em seu portfólio: "Primeiros passos do Investidor (pré-lançamento)", "Aprenda a investir em Renda Fixa" e "Aprenda a investir em Mini-contratos", oferecidos pela InfoMoney.

Além disso, a fintech Magnetis, que faz gestão de investimentos a partir de R$ 1.000, aproveita a época de promoções e oferece taxa zero de consultoria por seis meses para os primeiros R$ 25 mil aplicados. O benefício vale até o fim de novembro para os novos clientes que se cadastrarem pelo link https://investir.magnetis.com.br/black-friday/

Acesso liberado

O Estado vai liberar aos leitores todo o conteúdo de seu portal durante a edição da Black Friday de 2018, que acontece no dia 23 de novembro. A cobertura especial vai começar na meia-noite do dia 23 e permanecerá até 0h01 de 24 de novembro.

Os leitores vão contar com cobertura em tempo real, transmissões ao vivo dos repórteres da editoria de economia e informações exclusivas desta que é a principal temporada de compras do ano no Brasil, atrás apenas do Natal.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade