PUBLICIDADE

Conheça os milionários do esporte que faliram ao empreender

São muitos os casos de habilidade motora que não serviu para finanças ao final de carreira.

25 jan 2022 06h30
ver comentários
Publicidade
Christian Vieri, ídolo italiano, na Copa de 2022
Christian Vieri, ídolo italiano, na Copa de 2022
Foto: Instagram / Reprodução

Andreas Brehme marcou o gol do título da Copa de 90. Anos depois, estava limpando banheiros para sobreviver, após inúmeras desventuras em negócios.

O drama de Marion Jones começou quando foi pega no teste de doping e teve que devolver as medalhas de ouro das Olimpíadas de Sidney, em 2000. Depois disso foi ladeira abaixo, teve que vender a casa da mãe para sobreviver e chegou a ser presa.

Um que encarou com bom humor a própria derrocada foi o futebolista britânico George Best. Ao comentar sobre a falência financeira pós-aposentadoria, disse: “Eu gastei muito dinheiro em bebidas, mulheres e carros de corrida. O resto eu desperdicei".

O quarterback Michael Vick conseguiu a proeza de perder 190 milhões de dólares e ser preso por organizar rinhas de brigas de cães.

Baladas, bebidas, mulheres e jogos em cassinos custaram ao ídolo italiano do futebol Christian Vieri tudo o que acumulou em vida. Para completar, a empresa que possuía quebrou e lá se foram mais 14 milhões de dólares.

O ex-astro da NBA Scottie Pippen conseguiu acumular mais de 120 milhões de dólares em prejuízos ao se aventurar por aviação, comida gourmet e construções

Mike Tyson foi um fenômeno também ao falir, em 2003, com perda de mais de 300 milhões de dólares. E nem foi por empreender, mas por torrar tudo mesmo.

O jogador paraguaio Salvador Cabañas estava se divertindo em uma boate no México quando levou um tiro na cabeça durante uma briga.Não conseguiu mais jogar e seu último trabalho foi em uma padaria da família

Astro da NBA durante 14 anos, Allen Iverson alcançou a incrível marca negativa de 155 milhões de dólares em perdas.

Outro ex-astro da NBA, Antoine Walker, ganhou apelido de “caixa automático” da família. Resultado: falência com perda de 108 milhões de dólares.

(*) HOMEWORK inspira profissionais e empreendedores a trabalhar de um jeito mais inteligente, saudável, transformador. Nosso conteúdo impacta mais de 1 milhão de usuários únicos, todo mês. É publicado no Terra e compartilhado via redes sociais, WhatsApp e newsletter. Entre pra comunidade HOMEWORK!

Homework Homework
Publicidade
Publicidade