0

Conab eleva projeção de safra de soja do Brasil e vê exportações em 82 mi t

10 set 2020
09h37
atualizado às 11h43
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) elevou nesta quinta-feira as perspectivas para a safra de soja do Brasil 2019/20, estimada agora em 124,8 milhões de toneladas, enquanto projetou que as exportações do grão pelo país devem somar 82 milhões de toneladas neste ano.

16/04/2018
REUTERS/Agustin Marcarian
16/04/2018 REUTERS/Agustin Marcarian
Foto: Reuters

A estatal havia previsto no início do mês passado --antes de uma revisão geral de dados das últimas safras de soja-- uma produção de 120,9 milhões de toneladas da oleaginosa. Em 25 de agosto, com a reavaliação dos números da colheita 2019/20 finalizada no primeiro semestre, havia sido apontada uma produção de 124,46 milhões de toneladas.

A Conab estimou ainda que o Brasil deve importar 1 milhão de toneladas de soja em 2020 para atender à demanda interna em meio às fortes vendas para o exterior.

"As estimativas das exportações brasileiras de soja em grãos continuam muito aquecidas, motivadas pelos fortes volumes de comercialização antecipada da safra 2019/20 e dólar elevado", destacou, em relatório.

A safra total de milho do Brasil em 2019/20 foi projetada pela Conab em 102,5 milhões de toneladas, com leve aumento frente aos 102,1 milhões no mês anterior.

A produção de trigo do pais em 2020 deve atingir 6,81 milhões de toneladas, com ligeira redução frente às 6,83 milhões de toneladas estimadas em agosto.

Já a safra de algodão em pluma deve somar 2,93 milhões de toneladas, com pouca alteração frente às 2,92 milhões de toneladas da estimativa anterior.

Veja também:

Flagrado com dinheiro na cueca, Chico Rodrigues pede afastamento do Senado por 90 dias
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade