2 eventos ao vivo

Bolsonaro e ministros cancelam entrevista coletiva em Davos

Governo não deu explicação da suspensão da entrevista com os ministros Paulo Guedes (Economia) e Sérgio Moro (Justiça)

23 jan 2019
13h31
atualizado às 13h40
  • separator
  • 63
  • comentários

O Fórum Econômico Mundial oficializou que a participação da comitiva brasileira em Davos, com coletiva dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Sérgio Moro (Justiça) e declaração do presidente Jair Bolsonaro, foi cancelada.

Discurso de Bolsonaro em Davos durou apenas oito minutos e foi seguido por sete minutos de perguntas e respostas
Discurso de Bolsonaro em Davos durou apenas oito minutos e foi seguido por sete minutos de perguntas e respostas
Foto: DW / Deutsche Welle

Já havia uma mesa à espera dos ministros, mas a organização do evento retirou os nomes e disse aos jornalistas que deveriam pedir informações sobre o cancelamento ao próprio governo brasileiro.

Instantes antes, o Palácio do Planalto retirara da agenda oficial a declaração que Bolsonaro faria em Davos. O Planalto não informou o motivo da desistência, apenas informou que "por enquanto, está suspensa a declaração".

Veja também:

Estadão
  • separator
  • 63
  • comentários
publicidade