7 eventos ao vivo

Cobre opera em queda, digerindo dados de atividade da China

14 set 2018
09h08
  • separator
  • comentários

Os contratos futuros de cobre operam em queda na manhã desta sexta-feira, dando fim à recente recuperação vista recentemente, à medida que os investidores digerem indicadores da atividade industrial na China.

Na London Metal Exchange (LME), o cobre para três meses operava em queda de 0,13%, para US$ 5.982,00 por tonelada há pouco, enquanto o contrato do metal para entrega em dezembro cedia 0,26%, para US$ 2,6760 por libra-peso.

A atividade econômica da China mostrou alguma recuperação em agosto, tendo em vista que importantes dados de atividade superaram as estimativas de analistas. A produção industrial do país subiu 6,1% na comparação anual de agosto, enquanto as projeções apontavam para avanço de 6,0%. As vendas no varejo, por sua vez, tiveram expansão anual de 9,0% em agosto, maior do que a alta de 8,8% prevista por economistas.

No entanto, os investimentos em ativos fixos de áreas não rurais tiveram crescimento de 5,3% entre janeiro e agosto na comparação com igual período do ano passado, sendo o resultado mais fraco desde 1992, quando os indicadores passaram a ser disponibilizados pelo Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) da China.

Entre outros metais negociados na LME, o zinco caía 0,4%, para US$ 2.342,00 por tonelada; o alumínio subia 0,05%, para US$ 2.045,00 por tonelada; o estanho avançava 0,16%, para US$ 19.090,00 por tonelada; o níquel ganhava 0,08%, para US$ 12.605,00 por tonelada; e o chumbo perdia 0,1%, para US$ 2.038,00 por tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade