1 evento ao vivo

Cobre opera em baixa, de olho em tensões entre EUA e China

30 ago 2018
08h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Os contratos futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova York na manhã desta quinta-feira, em meio a persistentes tensões comerciais entre EUA e China.

Por volta das 7h15 (de Brasília), o cobre para entrega em três meses negociado na London Metal Exchange (LME) recuava 0,66%, a US$ 6.051,50 por tonelada, apagando parte dos ganhos da semana passada e acumulando perdas de 0,3% nesta semana.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para dezembro caía 0,82%, a US$ 2,7140 por libra-peso, às 8h03 (de Brasília).

Nos últimos meses, investidores dos mercados de metais têm se preocupado com as desavenças comerciais entre Washington e Pequim e com indicadores econômicos mais fracos do que o esperado da China, maior consumidor mundial de cobre e outros metais básicos.

Embora os EUA tenham dado sinais de avanços em negociações comerciais com México e Canadá nos últimos dias, o diálogo da Casa Branca com a China ainda não rendeu frutos.

Entre outros metais básicos na LME, não havia direção única. Também às 7h15 (de Brasília), o zinco diminuía 0,2%, a US$ 2.516,00 por tonelada, o alumínio subia 0,33%, a US$ 2.140,00 por tonelada, o estanho avançava 0,18%, a US$ 19.120,00 por tonelada, o níquel cedia 0,84%, a US$ 13.520,00 por tonelada, e o chumbo aumentava 0,36%, a US$ 2.083,50 por tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade